sexta-feira, 29 de julho de 2011

Nothing Else Matters



Gostaria de falar alguma coisa bonita, fazer ondas e floreios só para te impressionar, mais não vale a pena, então prefiro ser sincero, quando começares a ler, Dety, ponha "Nothing Else Matters" - Metallica. SUA LINDA. =p

Você poderia pedir para que eu te ame menos. Não o farei.
Para que eu tenha menos saudades. Não o farei.
Você poderia pedir para que eu deixasse de ser bobo. Não deixarei.
Para que eu te deixe só. Então, fingirei que não estou contigo, mas estarei.

Já não me importo em esperar por 5 ou 7 anos. Eu ficaria contigo mesmo que você gostasse de Callypso, mesmo que quisesse me arrastar para um show da Restart... eu ficaria puto, e pensaria duas vezes antes de dizer não. Se toda vez que eu me resignasse de tomar chá matte alguma coisa boa acontecesse contigo, com mais sede que um deserto pode causar, eu faria. Troco a saudade que for pela chance de te fazer feliz, e distância alguma importa. E é verdade, uso toda desculpa para falar algo bobo só para te fazer sorrir, pois eu já te acusei formalmente de ter um sorriso lindo, com olhos brilhantes e um jeito de menina tão fofo que rouba o meu coração sem perceber, sua cleptomaníaca cardiaca, e não adianta se fazer de inocente, você será condenada a todo tipo de abraços e beijos, pagando a indenização com mordidas. Nem adianta reclamar que eu te deixo sem jeito passando qualquer tipo de cantada que encontro por aew, como se a sua reclamação fosse mudar algo, não tenha esperança de ficar sem jeito perto de mim, nem que os meus olhos deixem de brilhar perto de ti, nem que eu me esqueça de te mimar nem de nada dessas viadagens de namorados apaixonados.

Ai-ai, Dety, sempre me surpreende, raramente encontrei meninas tão maravilhosamente fortes como você, eu gostaria de te pegar no colo e te carregar nos meus braços, sei que não precisas disso, que só me deixa ser tão bobo por carinho. Já se cansou d'eu te chamar de foda, neh, de vez em quando falas algumas coisas que me fazem querer te pedir em casamento, que surpreendem, ganhei na loteria das namoradas. Desculpa por não estar agora aí contigo, sei que você precisa de mim, às vezes pelo menos, e da mesma proximidade física que nos é furtada não padece a minha alma da tua, estamos próximos, você sabe disso. Só feche os olhos, meu amor. Estou contigo, em tudo oq nos lembra e principalmente naquilo que nos esquece. And nothing else matters.

A coisa mais fácil do mundo é te fazer uma declaração tola de amor, tudo oq preciso é ser tolamente sincero. E eu te amo... minha flor, meu amor, minha menina. Agora sorria um pouco, gatinha, e não precisa se apaixonar por mim novamente. " Gi, bobo" mimimi =p

Nenhum comentário: