sábado, 6 de março de 2010

O nosso encontro se chamará Eclipse

Amo-te... Oh Lua, amo-te.
Nascemos longe um do outro, nascemos para sermos um para o outro.
Vivemos longe, desde muito antes, pois assim somos, distintos amantes, que se amam além do espaço e tempo. Tenho certeza, você é minha como sou teu. A distância entre nós é apenas uma ténue ilusão, os nossos corações estão perto, as nossas mentes no mesmo lugar, as nossas almas voam incertas, na certeza de que o fio que nos une é o mais ardido, doce e misterioso indício de que nascemos apenas um para o outro - Amo-te, para sempre, além do sempre, amo-te, desde muito antes, você já era o meu amor, mesmo antes de nos conhecermos, e hoje somos, nas nossas internas brincadeiras, Sol e Lua. Vide o fio de prata que nos une, o meu Destino é você, o teu Destino sou eu, nascemos para nos encontrar, tão certo como o Sol se põe no teu olhar e beija o céu do teu rosto em um quente suspiro, que de sangue tingido e alaranjado é a música do teu riso que escapando do teu sorriso marca o ritmo da noite que reflecte o teu brilho na serenidade do teu olhar sério e fugidio... Meu amor, meu amor, meu amor. Inundo com carinho um oceano de infinita profundidade, do tamanho do Além dos horizontes, destruo o mundo só para te fazer feliz, o meu futuro está selado, minha luazinha, enroladinho no cacho dos seus cabelos, Jakeline.

2 comentários:

NewS disse...

own.. q fofo *-*

Jake disse...

Amo você,ladrão dos sorrisos meus..eu amo você.